• Home
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Livros
  • /
  • Filmes
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Release
  • /
  • Cover
  • /
  • Contato
  • Frank e o Amor #Resenha


    Frank e o Amor
    Frank está descobrindo o amor ― e você está prestes a se apaixonar por este livro.

    Frank nunca conseguiu conciliar as expectativas de sua família tradicional coreana com sua vida de adolescente na Califórnia. E tudo se complica quando ele começa a sair com a garota de seus sonhos, Brit Means, que é engraçada, inteligente, linda… Basicamente a nora perfeita para seus pais ― caso tivesse origem coreana também.

    Para poder continuar saindo com quem quiser, Frank começa um namoro de mentira com Joy Song, filha de um casal de amigos da família, que está passando pelo mesmo problema. Parece o plano perfeito, mas logo Frank vai perceber que talvez não entenda o amor ― e a si mesmo ― tão bem assim.

    Ficção / Jovem adulto / Literatura Estrangeira / Romance
    Ano: 2019 / Páginas: 408
    Idioma: português
    Editora: Seguinte

    Resenha
    “ Você ama o bastante pra chorar.”


    Quem me conhece sabe como eu gosto de ler a visão masculina sobre o amor, pois num universo predominantemente feminino onde elas colocam o que eles pensam é sempre interessante descobrir como eles realmente veem o amor.

    Frank e o Amor é o romance de estreia de David Yoon e vem mostrar muito da cultura coreana nos Estados Unidos, preconceitos entre raças, auto descobertas e muito amor.

    Frank é um garoto coreano que está no último ano do ensino médio mas que ainda não conseguiu perceber a própria força. Ele vive à sombra das regras rigorosas dos pais. Junto com o melhor amigo Q e a amiga Joy, ele vai mergulhar no amor em todas as suas faces: o amor-próprio, o amor fraternal, o amor familiar e o primeiro amor.

    De início, tive uma certa dificuldade em conseguir entrar na história pois os pensamentos do personagem são ligados em 220 voltz , pois o escritor escolhe apresentar em detalhes o que estava acontecendo na vida de Frank e de quem estava a sua volta. Aos poucos, fui conseguindo conectar com o personagem e seus dilemas.

    4/5 estrelas


    0 comentários :

    Postar um comentário