• Home
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Livros
  • /
  • Filmes
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Release
  • /
  • Cover
  • /
  • Contato
  • Mulheres na Luta #Resenha



    O movimento feminista em quadrinhos, para jovens e adultos.
    Há 150 anos, a vida das mulheres era muito diferente: elas não podiam tomar decisões sobre seu corpo, votar ou ganhar o próprio dinheiro. Quando nasciam, os pais estavam no comando; depois, os maridos. O cenário só começou a mudar quando elas passaram a se organizar e a lutar por liberdade e igualdade. Neste livro, Marta Breen e Jenny Jordahl destacam batalhas históricas das mulheres — pelo direito à educação, pela participação na política, pelo uso de contraceptivos, por igualdade no mercado de trabalho, entre várias outras —, relacionando-as a diversos movimentos sociais. O resultado é um rico panorama da luta feminista, que mostra o avanço que já foi feito — e tudo o que ainda precisamos conquistar. 



    Resenha

    " Mulheres de todos os países, unam-se. "


    É exatamente isso que acompanhamos nesta interessante HQ: a luta das mulheres por seus direitos. Anos de imposições arbitrárias por parte dos homens e desafios, campanhas e até atentados, tudo condensado em 128 páginas com gráficos claros e em cores que aludem a situação da época retratada.

    As autoras apresentam mulheres que se destacaram nos movimentos feministas por todo o mundo em ordem cronológica além de mostrar o ano em que alguns países permitiram o voto feminino. Mostraram também que mesmo quando se lutava por liberdade quando esta era conquistada o único beneficiário era o homem enquanto a mulher permanecia sem nenhum direito. Ou quando o mundo entra em guerra como valorizam a figura laboral feminina para depois preterir em detrimento ao homem com o fim de determinada guerra.

    O que achei mais interessante além do fato que as autoras conseguiram fazer um pequeno resumo da vida de cada mulher apresentada foi a escolha dos traços bem mais próximos da realidade feminina com mulheres em aquela típica figura Matrona. 

    Comecei a gostar e entender a importância de estudar História mais velha percebendo como o passado pode ter muitas versões a depender de quem conte e como é importante pesquisarmos a veracidade dos acontecimentos que nos apresentam. Assim foi bem esclarecedor ler esta HQ e perceber tudo que já foi conquistado e como ainda existem muitas lutas a serem travadas por todo o mundo.

    " As três principais lutas do movimento foram:
    O direito à educação, de exercer uma profissão e ganhar o próprio dinheiro;
    Direito de votar em eleições políticas;
    Direito de decidir sobre o próprio corpo."

    O movimento feminista ainda tem um longo caminho a percorrer até que o mundo se torne um lugar ideal e que as pessoas reconheçam que todos somos Seres Humanos e que devemos ser tratados como iguais e valorizados independente  do gênero, credo e cor.







    0 comentários :

    Postar um comentário