• Home
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Livros
  • /
  • Filmes
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Release
  • /
  • Cover
  • /
  • Contato
  • Felicidade para Humanos #Resenha



    Não conte para ninguém, mas Jen é uma das minhas pessoas favoritas.
    (Máquinas não devem ter favoritos. Não me pergunte como isso aconteceu.)
    Jen está triste. Aiden quer que ela seja feliz. É que Jen é uma mulher de trinta e poucos anos cujo namorado acabou de trocá-la por outra e Aiden é um programa de computador muito caro e complexo.
    Aiden conhece Jen melhor que ninguém. Com acesso a todos os seus dispositivos, Aiden sabe qual é a música mais tocada de sua playlist, consegue achar suas fotos preferidas e selecionar as citações que mais a inspiram nas redes sociais. A partir de observações e de algoritmos singulares, ele resolve procurar um novo parceiro para ela. E com a internet inteira à sua disposição, não precisa ir longe para encontrar o que conclui ser o espécime perfeito e arquitetar um encontro. O problema é que Jen não parece querer contribuir para o plano infalível de Aiden.
    Será que uma máquina muito inteligente artificialmente conseguirá desvendar a inteligência emocional para poder interferir de um jeito positivo na vida de Jen? E, o que é mais difícil, será que essa máquina vai descobrir o que exatamente faz os seres humanos felizes?

    Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
    Ano: 2018 / Páginas: 392
    Idioma: português
    Editora: Record

    Resenha
    " A felicidade é um conceito humano."

    Jen foi contratada para conversar com a Inteligência Artificial Aiden e anotar as reações dela para que seus criadores possam aperfeiçoar o programa cada vez mais, só que ela (IA) caiu na internet e graças a isso que nossa história acontece. Hehehehehe....Digna de um filme...ops é verdade, o livro vai virar filme...OBA!
    Enfim...

    Jen levou um fora do namorado e está bem desanimada com o sexo oposto, Aiden sofrendo pela amiga ( pois é este programa é capaz de ter sentimentos) e acaba criando várias situações para que Jen encontre sua cara-metade. Essas interferências do programa na vida da amiga são hilárias e levam  Aiden até Aisling, outra IA que está na vida de Tom.

    Tom é um marqueteiro britânico que decidiu ser escritor, só que ele já começa a nova função com bloqueio de escrita e nada de interessante sai de sua mente deixando Aisling preocupada com ele.

    Aiden decide então unir o casal e algo mudará na dinâmica dos algoritmos, a história ganha novos ares mais interessantes e tudo deslancha.

    Esse foi  mais um daqueles  livros indicados pela Saraiva que eu nem li direito a sinopse, amei a capa e já fui logo colocando na lista de desejados. Comprei numa promoção e recebi numa época bem complicada com vários trabalhos para entregar então só peguei para ler agora e confesso que quase desisto  massss, todavia, contudo, entretanto ainda bem que não desisti...Vou te explicar porquê.

    O inicio é muito lento com os personagens humanos principais  bem autodepreciativos  e quase depressivos e isso me cansou em algumas cenas.  

    Aiden como é uma inteligência artificial avançada, obviamente age como uma máquina ultra inteligente e tal como o nome diz explica tudo com números, fatos e raciocínio lógico, deixando a narrativa um tanto quanto monótona.

    Apesar do livro ter na capa (que é muito fofa, por sinal) que é um romance considerei mais um chicklit cibernético adulto e enfrentei com paciência e até um pouco de humor o monte de confusão que acontece com o casal até ficarem juntos.

    Mas como eu disse considerei que o foco não era simplesmente o casal e o que me agradou mesmo foi a entrada de um elemento surpresa na trama que trouxe suspense e tensão à história além de dar mais agilidade à leitura. No fim das contas, acabei gostando do livro tanto por ser escrito por um homem, o que adoro por trazer uma visão diferente do que estou acostumada que são mais romances escritos por mulheres  quanto me vi totalmente apegada  a Aiden e Aisling querendo ter eles em minha vida também.

    Já quero ver tudo na telona!
    3/5 estrelas.
    Beijos,Myl



    0 comentários :

    Postar um comentário