• Home
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Livros
  • /
  • Filmes
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Release
  • /
  • Cover
  • /
  • Contato
  • Volta para Mim #Resenha

    Ano: 2016 / Páginas: 272
    Idioma: português 
    Editora: Arqueiro ...Literatura Estrangeira / Romance



    Sinopse:
    Kit Ryan está de volta à sua amada Califórnia, de folga do serviço militar. Conquistador inveterado, ele só quer aproveitar as quatro semanas livres antes de retornar ao trabalho, mas se vê atraído pela irmã de Riley, seu melhor amigo. Há tempos Jessa Kingsley chama sua atenção, porém a família super protetora dela sempre foi um obstáculo. Desta vez, contudo, Kit desiste de lutar contra os próprios sentimentos e logo Jessa se rende ao seu charme. O que começa apenas como um romance de verão rapidamente se torna um relacionamento apaixonado. Quando chega a hora de Kit voltar ao serviço com Riley, nem ele nem Jessa estão prontos para se despedir. Ela enfim está seguindo os seus sonhos e ele descobriu alguém por quem sacrificaria tudo. Jessa promete esperá-lo e Kit garante que voltará para ela. Não importa o que aconteça. Mas então uma visita inesperada traz uma notícia trágica: uma das pessoas que ela mais ama morreu em serviço. Quem terá sido? Seu irmão ou seu namorado? Em Volta Para Mim, Mila Gray constrói uma história de tirar o fôlego sobre amor, amizade e família, conduzindo o leitor por uma jornada de superação e autodescoberta...
    Opinião:

     “ Só se vive uma vez. Mas, se você fizer as escolhas certas, uma vez basta. “ É com esta frase que a escritora já me preparou para o que vinha pela frente.


    Esse livro me foi tão mas tão recomendado que assim que pude peguei para ler. Ele conta a história de Jessa e seu príncipe mais que encantado, encantador Kit. Kit é amigo de infância do irmão de Jessa ,Riley ( outro príncipe lindo) e juntos ele e Riley aprontam muito na infância e na adolescência. Jessa nutre uma paixonite platônica por ele há dois anos ,mas não tem coragem de se declarar seja porque seu pai odeia Kit, seja por causa do excesso de protecionismo do irmão ou simplesmente porque Kit é mulherengo e inalcançável. 

    Kit e Riley resolvem se alistar para serem fuzileiros navais....(suspiros... os caras além de tudo usam farda) , a história toda começa com um suspense de apertar o coração sobre quem morreu em missão e logo depois voltamos ao passado para saber como tudo aconteceu. Uma de suas folgas de missão coincide com o aniversário de Jessa e é ai que o romance realmente começa....Nossa e como começa.....Jessa se surpreende ao encontrar Kit na calada da noite em seu jardim e muito mais ao ver este se declarar para ela. O primeiro beijo deles é inesperado e intenso e todo e cada momento entre eles é de tirar o fôlego.

     “ Estrelas dançam sob minhas pálpebras e o sangue lateja tão alto na minha cabeça que não o ouço dizer meu nome da primeira vez, ainda com os lábios contra os meus. “
    Todas as primeiras vezes deles são extremamente românticas, porque Kit é algo de outro mundo de tão romântico, sempre atento a cada respiração, suspiro, vontade ,gosto das garota .Ele literalmente tira Jessa da concha e a faz alçar vôo. É estimulante perceber como a menina vira uma mulher atrevida e ousada sem perder a inocência e a doçura alem perceber seu lugar no mundo. 

    “ Foi por isso que levei tanto tempo para nota-la. Mas, depois que se opera aquela mudança, ela ilumina todo o ambiente. É como se o sol saísse de trás das nuvens.” 

    Mas como eu sempre digo que nem tudo são flores , algumas situações irão acontecer para estremecer a relação deste casal.  Entre eles, a próxima missão dos rapazes que é toda a questão do livro. A escritora aborda de forma bem forte, mas não central, o problema do pós-guerra e o transtorno de estresse pós trauma que assombra muitos dos jovens que voltam de uma missão. Emocionante estas abordagens em mais de um personagem.
    “ A expressão ‘trauma de guerra’ me vem à mente e me lembro daquelas histórias de soldados da Primeira Guerra que voltavam das trincheiras com os nervos em frangalhos.” 

    Amei os personagens secundários como a divertida Didi , a amiga de Jessa,  o pai de Kit que é outro homem apaixonante da trama e a sofrida Jo, namorada de Riley. Amei demais a capa que passa bem a atmosfera da trama. 

    Amei as diversas frases de efeito usadas pela escritora e já estou preparando alguns quotes para o @quotes_gataleitora. Na biografia descobri que Mila Gray é um  pseudônimo de Sarah Alderson que já escreveu muitos romances e eu já vou a caça deles além de estar ansiosa para o romance sobre Didi e um mariner que é a continuação deste livro mas ainda vai ser lançado em novembro deste ano nos Estados Unidos. Espero que não demore de chegar aqui. Esse livro me lembrou muito aqueles filmes antigos sobre amores e guerras...Só travei em um ponto mas que não me fez desgostar do livro, só  demorar um pouco de terminar. Usei esta desculpa para ler três vezes...hehehehehe....Não queria deixar de ver kit e seu jeito de arrancar suspiros.
    Recomendo . Myl estrelinhas para ele.
    4/5 estrelas
    Beijos, Myl

    0 comentários :

    Postar um comentário