• Home
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Livros
  • /
  • Filmes
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Release
  • /
  • Cover
  • /
  • Contato
  • A Different Blue de Amy Harmon




    Synopsis

    Blue Echohawk doesn't know who she is. She doesn't know her real name or when she was born. Abandoned at two and raised by a drifter, she didn't attend school until she was ten years old. At nineteen, when most kids her age are attending college or moving on with life, she is just a senior in high school. With no mother, no father, no faith, and no future, Blue Echohawk is a difficult student, to say the least. Tough, hard and overtly sexy, she is the complete opposite of the young British teacher who decides he is up for the challenge, and takes the troublemaker under his wing.

    This is the story of a nobody who becomes somebody. It is the story of an unlikely friendship, where hope fosters healing and redemption becomes love. But falling in love can be hard when you don't know who you are. Falling in love with someone who knows exactly who they are and exactly why they can't love you back might be impossible.

    322 pages
    English

    Sinopse

    Blue Echohawk  não sabe quem ela é. Ela não sabe seu nome verdadeiro ou quando ela nasceu. Abandonada aos dois anos e criada por um andarilho, ela não frequentou a escola até os dez anos de idade. Aos dezenove anos, quando a maioria das crianças de sua idade freqüenta a faculdade ou seguem sua vida, ela é apenas uma sénior na escola secundária. Sem mãe, sem pai, sem fé e sem futuro, Blue Echohawk  é uma estudante difícil para dizer o mínimo. Díficil, dura e abertamente sexy, ela é o oposto completo do jovem professor britânico que decide  estar apto ao desafio e leva a garota debaixo de suas asas.

    Esta é a história de um ninguém que se torna alguém. É a história de uma amizade improvável, onde a esperança promove a cura e a redenção se torna amor. Mas se apaixonar pode ser difícil quando você não sabe quem você é. Apaixonar-se por alguém que sabe exatamente quem é e exatamente por que eles não podem te amar de volta pode ser impossível.


    Resenha

    Mais uma história arrebatadora de Amy Harmon, contando a jornada tortuosa de vida da sofrida Blue Echohawk, uma garota abandonada à própria sorte pela mãe e que começou a se sentir um peixe fora d’ água depois que descobriu que seu pai foi apenas um homem  que a criou e cuidou dela.

    O livro para mim é dividido em três partes.

    A primeira apresenta fragmentos da vida de Blue no passado e no presente, é a parte mais confusa e que tive que ter mais atenção para ler porque é essecial para entender todo o restante do livro. Mostra momentos da criação dela, da doçura e sabedoria de seu pai ,momentos de desespero dela e como aos poucos foi sendo cativada por seu professor de História.

    Na segunda parte, Blue já está formada e começa a sentir a necessidade de ressurgir das cinzas, de se reinventar e mudar totalmente de vida . O divisor de águas na vida dela foi um dos momentos mais emocionantes do livro. Uma enxurrada de acontecimentos a leva a tentar descobrir seu passado para poder ter um futuro diferente e ser uma Blue diferente.....Só que Blue ainda não estava pronta para seu passado , não estava pronta para descobrir quem ela realmente é , como a própria escritora colocou usando um versículo da Bíblia:

     “Há um tempo para compartilhar e um tempo para saborear. “
    E ainda não era o tempo de Blue.

    Na terceira parte, Amy magistralmente leva Blue a descobrir quem ela é e a perceber como  especial , amada e única ela pode ser. Só que isso vem com toda uma carga emocional que me deixou esgotada até culminar num final revigorante e maravilhoso.

    Usando referências da mitologia , história e grandes personagens da  Grécia e Roma, Dante,Shakespeare, Jane Austen, sabedoria do povo nativo, histórias de santos como Joana D’Arc e São Patrício,alem da musicalidade com o protagonista Wilson e seu violoncelo, Amy Harmon cria uma trama forte e dramática sobre o auto-conhecimento e amadurecimento de uma garota.

    Blue vai no decorrer do livro escrever literalmente sua história  como uma fábula para o professor e  ao longo desta jornada vai acrescentando uma etapa a cada aprendizado ,usando histórias do pai dela Jimmy que era um nativo americano. Blue aprendeu com seu pai o ofício de entalhar objetos em madeira e se expressa atráves  de sua arte e é ela quem vai ajudá- la em sua caminhada rumo a uma nova vida.


    O livro é lindíssimo, ja estava disposta a dar 6 estrelas só mudei de opinião mais ou menos do meio para o fim  porque o par romântico de Blue foi um príncipe durante todo o livro e de repente no momento em que Blue mais precisava dele, ele foi muito egoísta ,mudando radicalmente seu comportamento com relação a uma garota que ele mesmo sabia o quanto sofrera durante a curta vida . Mesmo ele tendo se redimido no final, esta situação me causou muita dor e angústia, sentimentos que não melhoraram com a redenção dele. Então só consegui dar 5 preciosas estrelas... hehehehehe

    Amei a capa nova com esta ênfase forte no expressivo rosto da modelo.

    Beijos,Myl


    Review

    Another heart-warming story by Amy Harmon, recounting the tortuous journey of life of the long-suffering Blue Echohawk, a girl left to fend for herself by her mother and who began to feel like a fish out of water after she discovered that her father was just a man who created and cared for her.


    The book for me is divided into three parts.


    The first presents fragments of Blue's life in the past and the present, it is the most confusing part and I've had to pay more attention to read because it's essential to understand the rest of the book. It shows moments of her creation, the sweetness and wisdom of her father, moments of despair and how she was gradually being captivated by History.
    In the second part, Blue is already graduated and begins to feel the need to resurface from the ashes , reinventing and totally changing her life. The watershed in her life was one of the most thrilling moments of the book. A flood of events led her to try to discover her past so that she could have a different future and be a different Blue ..... But Blue was not yet ready for her past, she was not ready to find out who she really is, the own writer put it things this way at using a verse from the Bible:


    "There was a time to share and a time to savor"

    In the third part, Amy masterfully leads Blue to discover who she is and to realize how special, loved and unique she can be. Except that it comes with an emotional load that left me exhausted until culminating in an  invigorating and wonderful end.


    Using references from mythology, history and great characters from Greece and Rome, Dante, Shakespeare, Jane Austen, wisdom of the native american, stories of saints like Joan D'Arc and St Patrick, plus musicality with the protagonist Wilson and his cello, Amy Harmon creates a strong and dramatic plot about a girl's self-knowledge and maturity.
    Blue goes through the book writting her story as a fable to the teacher and along this journey is adding a step to each learning using stories of her father Jimmy who was a Native American.
    Blue learned from her father the craft of carved  wood and expresses herself through her art and it is the one which will help her on her journey to a new life.

    The book is beautiful, I was ready to give 6 stars only changed my opinion more or less from the middle to the end because Blue's romantic pair was a prince throughout the book and suddenly the moment Blue needed him the most, he Was very selfish, radically changing his behavior towards a girl who himself knew how much she had suffered during her short life. Even though he had redeemed himself in the end, this situation caused me much pain and anguish, feelings that did not improve with his redemption. So I only managed to give 5 precious stars ... A great beautiful fantastic book.

    Kisses, Myl

    2 comentários :

    1. Eu gostei desse livro mas acho que é o que menos gostei da Amy dos que li. Ele é difícil, a Blue é difícil.
      Mas adorei como foi o final, como ela criou um elo com a família do namorado dela..até hoje fico pensando como seria na vida real fazer o que ela fez...

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. são duas pessoas dificeis vivendo momentos dificeis, mas ele me irritou muito ...

        Excluir