• Home
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Livros
  • /
  • Filmes
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Release
  • /
  • Cover
  • /
  • Contato
  • Between Two Skies #Resenha ARC Review


    Synopsis  
    Hurricane Katrina sets a teenage girl adrift. But a new life — and the promise of love — emerges in this rich, highly readable debut.

    Bayou Perdu, a tiny fishing town way, way down in Louisiana, is home to sixteen-year-old Evangeline Riley. She has her best friends, Kendra and Danielle; her wise, beloved Mamere; and back-to-back titles in the under-sixteen fishing rodeo. But, dearest to her heart, she has the peace that only comes when she takes her skiff out to where there is nothing but sky and air and water and wings. It’s a small life, but it is Evangeline’s. And then the storm comes, and everything changes. Amid the chaos and pain and destruction comes Tru — a fellow refugee, a budding bluesman, a balm for Evangeline’s aching heart. Told in a strong, steady voice, with a keen sense of place and a vivid cast of characters, here is a novel that asks compelling questions about class and politics, exile and belonging, and the pain of being cast out of your home. But above all, this remarkable debut tells a gently woven love story, difficult to put down, impossible to forget.

    Sinopse


    Bayou Perdu, uma pequena cidade de pescadores, a caminho de Louisiana, é o lar de Evangeline Riley, de dezesseis anos. Ela tem seus melhores amigos, Kendra e Danielle; sua sábia, amada Mamere;  e de de sempre em sempre títulos do rodeio de pesca . Mas, la no fundo do seu coração, tem a paz de necessita quenado vai passear com seu barco aonde não há nada além do céu - ar - água - asas. É uma vida simples, mas é de Evangeline. E então a tempestade vem, e tudo muda. Em meio ao caos, à dor e à destruição, Tru - um companheiro  , um rapaz que gosta de Blues, um bálsamo para o coração dolorido de Evangeline. Escrito em uma voz forte e firme, com um sentido de lugar  e um elenco vívido de personagens, aqui está um romance que faz perguntas convincentes sobre classe social e política, exílio e pertencimento, e a dor de ser expulso de sua casa. Mas acima de tudo, esta estréia notável conta uma história de amor suavemente tecida, difícil de desistir, impossível de esquecer.
    Gênero Infanto Juvenil
    272 páginas
    Idioma Inglês



    Resenha
    Evangeline está prestes a completar 16 anos e está cheia de expectativa diante do que pode vir pela frente. Ela é uma garota normal que ajuda a família na lanchonete e gosta demais de ouvir os conselhos e histórias da avó. Ela não se acha bonita e enm se preocupa com isso ao contrário de sua irmã Mandy que sonha em ser rainha do Festival de Laranja na pequena cidade onde mora.
    A cidade vive da pesca e das feiras e festivais relacionados a isso. Num desses dias ,ela salva um garoto preso num banco de areia perto de uma das ilhas isoladas da área.

    Tru é um garoto gentil e educado que se encanta com o jeito diferente de Evangeline. Ambos conversam e ao chegar no cais Evangeline fica impressionada com a maneira de agir do rapaz. Como é muito tímida , não tenta se aproximar mais dele .
    Já perto das aulas começarem, o furacão Katrina ameaça a região e a família se vê mesmo contra a vontade obrigada a ficar num hotel numa cidade mais distante e  a partir dai toda a dinâmica de vida de todos irá mudar drasticamente.


    A mudança forçada levou a família a encarar novos problemas e a Evangeline a enfrentar uma vida numa nova cidade e escola ,onde as pessoas a olhavam como uma estranha refugiada.
    O que achei mais interessante além da escrita clara e leve da autora, foi a forma como ela relatou as angustias vividas por cada personagem que foi obrigado a sair e deixar toda sua vida para trás para sobreviverem a esta tragédia natural. Nunca tinha lido nenhum livro com este tema e consegui sentir a dor de cada pessoa que viu tudo ser destruido pela força das águas e dos ventos.

    O livro centra na figura da protagonista mas também apresenta a reação dos outros membros da família e de outras pessoas que eles encontram pelo caminho.
    É um livro sobre resiliência, sobre como neste caso Fênix ressurgiu das águas e não das cinzas . Além de tudo , para minha alegria ainda tem um romance de pano de fundo muito lindo e vários detalhes singelos e simbolismos mostrando como todos encararam os problemas que viveram .
    Destaque para o momento onde se explica o título  e para a capa.
    recomendadíssimo
    5/5estrelas
    Beijos,Myl



    Review

    Evangeline is about to turn 16 years old and she is excited of what her life will change. She is a normal girl who helps her family at the diner and likes to listen to her grandmother's stories and memories. Diferently of her sister Mandy who dreams of being Queen of the Orange Festival in the small town where they live, Evangeline only wants to stay invisible..

    The city lives on fishing and the fairs and festivals related to it. One of these days, she saves a boy stuck on a sandbar near one of the isolated islands in the area.

    Tru is a gentle and polite boy who enchants Evangeline's different way. Both talk and when arriving at the pier Evangeline is impressed by the way the boy acts. Since she is very shy, she does not try to get closer to him.

    Hurricane Katrina threatens the area and the family is forced to stay in a hotel in a more distant city, and in thst moment all dynamics of life will change dramatically for these people.

    What I found most interesting besides the clear and light writing of the author was the way she reported the anguish experienced by each person who was forced to leave and leave all their life behind to survive this natural tragedy. I had never read any book talking about this subject and I could feel the pain of every person who saw everything being destroyed by the force of the waters and the winds.

    The forced change led the family to face new problems and Evangeline faced a life in a new city and school, where people looked upon her as a strange refugee.

    The book focuses on the figure of the protagonist but also presents the reaction of the other members of the family and other people they meet along the way.

    It's a book about resilience, about how Phoenix resurfaced from the waters and not from the ashes. Moreover, to my delight still has a very beautiful background romance and several simple details and symbolisms showing how everyone faced the problems they have lived.

    Highlight for the moment where the title and the cover are explained.

    Highly recommended

    5 / 5stars

    4 comentários :

    1. Não conhecia o livro, porém a história despertou o meu interesse. Já adicionei a minha lista, parabéns pela resenha que ficou muito boa. Beijos!

      ResponderExcluir
    2. deve ser fofo, interessei!!! De tempos em tempos gosto de ler um desse gênero. <3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. muito fofo e ao mesmo tempo bem real, e não tem mimimi

        Excluir